INGRESSOS

Festa 2016

78ª Festa das Flores supera expectativa de geração de negócios

A fantástica 78ª Festa das Flores foi encantadora com suas cores, sabores e aromas, palcos culturais, mercado de plantas, 2ª agroflores, agricultura familiar, decoração, artesanato, gastronomia típica e 2ª jornada técnica.

O maior sucesso foi no volume de novos negócios. Em seis dias de festa,  que, levaram pra casa, de mudas a orquídeas, lembranças do artesanato e produtos da agricultura familiar da cidade e região. Assim como insumos para seus negócios nas áreas de paisagismo, floricultura, agricultura e agronegócios.

Para o proprietário do orquidário Flor de Cheiro, Alcir José Michels, o prazer em participar do mercado de plantas é poder espalhar o encantamento de cultivar orquídeas. Ele, assim como os outros mai de 150 expositores dessa edição demonstram satisfação, garantindo reserva de seus espaços para o próximo ano. A variedade de flores e plantas ornamentais atraiu o grande público, que comprou, em média, com 50% de desconto.

Aliados às demandas do setor, às oportunidades de mercado e com uma visão estratégica de permanência do visitante da festa na cidade, a organização intensificou o foco em negócios e capacitação para essa edição de 2016. Por isso, foi ampliado em 20% o espaço e o número de expositores da festa.

Segundo a coordenadora geral da 78ª Festa das Flores de Joinville, Vanda Moura Neves, os números reafirmam um mercado promissor, já que Santa Catarina é o segundo maior produtor nacional de plantas e flores. “Conseguimos atingir nossa expectativa de ampliar a área de negócios e oportunizar aos visitantes levar as suas lembranças, mudas, plantas e orquídeas oriundas da Festa das Flores”.

Ivan Born Gorniak, colecionador, frequenta a Festa das Flores há sete anos consecutivos e desloca-se de São Lourenço do Sul, no Rio Grande do Sul. São mais de 850 km até Joinville, de carro ou caminhão para ter espaço para levar as compras para casa. Este ano foram 3 mil mudas e flores, entre orquídeas e ornamentais. “Vale muito à pena vir para Joinville pelo preço, pelos amigos que encontro e, principalmente, pela quantidade e qualidade de fornecedores que não chegam lá no Sul”, afirma.

Para o presidente da Fundação Turística de Joinville, Raulino Esbiteskoski, o resultado da 78ª Festa das Flores de Joinville foi positivo. Segundo ele, o conjunto de atrativos oferecidos pelo evento atraiu visitantes e conquistou o público.

“A Festa das Flores é a festa oficial de Joinville e um grande atrativo turístico da nossa cidade. A exemplo de outros anos, recebemos visitantes de todas as regiões de Santa Catarina, de Estados como São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Rio de Janeiro, além de excursões do Paraguai e Uruguai. Trabalhamos com o objetivo de levar o nome de Joinville e da Festa das Flores para diversas regiões do país e, agora, é hora de comemorar os resultados”.

Durante os seis dias do evento, realizado entre 10 e 15 de novembro, 85 mil pessoas visitaram os pavilhões do Complexo Expoville.

Nos últimos anos, com o foco em aproximar a família da Festa das Flores, a busca por novidades é primordial. Esse ano não foi diferente com as cores, sabores e aromas, o lúdico, o imaginário e o conto infantil projetados pela paisagista Ivana Friske Borba.

A surpresa foi também na iniciativa inédita da organização e gestão de resíduos. A Rastro Soluções Sustentáveis desviou 73,6% dos resíduos do aterro sanitário, reinserindo-os a um novo processo produtivo. Mais de 2,4 toneladas de lixo foram enviadas às cooperativas de reciclagem, através da coleta seletiva da cidade e quase 2 toneladas foram encaminhadas para a compostagem na Fundação Municipal de Desenvolvimento Regional 25 de Julho.

A Festa das Flores teve 11 centrais de resíduos com monitor treinado para instruir os visitantes a colocarem o lixo no local correto, além de identificações em lixeiras comuns. Com essa ação, a Festa das Flores inovou mais uma vez, em contemplar os cuidados com o meio ambiente, saúde pública e preocupação com a correta destinação dos resíduos.

Na gastronomia houve diversidade de produtos e preços, além de novidades. O público encontrou opções de food trucks, duas praças que funcionaram junto aos palcos principal e interativo e, ainda, o restaurante típico germânico e o café rural. “Idealizamos um evento com diferentes possibilidades gastronômicas e atendemos a um pedido recorrente, estreando o café rural. Além de conquistar o público, a novidade valorizou as nossas tradições e o trabalho realizado pela Fundação Municipal 25 de Julho, bem como pelos produtores rurais de Joinville”, comenta o coordenador da área gastronômica do evento, Giuliano Rodrigo de Mello.

Para o presidente da Agremiação Joinvilense de Amadores de Orquídeas – AJAO, João Hellmann, a preferência de alguns expositores à Festa das Flores em relação a outros eventos que ocorrem na mesma data é indicador positivo. “Só temos a agradecer e nos comprometer a realizar um evento melhor que o outro”. Além disso, João destaca agradecimento especial ao público visitante e aos colecionadores e orquidófilos. “Este conjunto equilibrado, entre colecionadores e orquidófilos presentes assim como os visitantes, é a garantida do sucesso”, finaliza.

A 79ª Festa das Flores de Joinville já está sendo planejada e tem data marcada para ocorrer de 14 a 19 de novembro de 2017, no Complexo Expoville.